Para se apaixonar: Anna e o beijo francês :)

Posso começar hoje com uma foto desse fim de tarde delícia que tive? tenho amado tanto o clima de São Paulo nos últimos dias, chuvinha (ok, chuvão) e um calor na medida perfeita. não muito quente! só gostoso mesmo. Essa é a ponte de Osasco, não sei dizer se existem cartões postais por aqui ( acho que não) mas se tivesse, aposto que ela seria a modelo… só quem é apaixonada por paisagem urbana, como eu, vai entender a foto. Essas luzes❤

Enfim, quem se lembra da “resenha” que fiz do livro Lola  e o garoto da casa  ao lado? dentre muitas outras coisas, falei que queria muito ler o primeiro livro da autora Stephenie Perkins porque tinha adorado a sua escrita calminha e relaxante. Pois bem, tratei de comprar o tal livro na mesma semana e vou dizer… conseguiu me conquistar ainda mais do que o segundo. Ana e o beijo francês é bem famoso, já foi indicado pela blogueira do Just Lia e tudo mais. Acredito que muitas de vocês até já terminaram a leitura e provavelmente esse post não será de grande acréscimo na vida literária de ninguém, porém tenho que alimentar o MEU vício de escrever e  resolvi relatar as minhas conclusões aqui. Confiram🙂

““Isto é tudo o que sei sobre a França: Madeline, Amélie e Moulin Rouge. A Torre Eiffel e o Arco do Triunfo também, embora eu não saiba qual a verdadeira função de nenhum dos dois. Napoleão, Maria Antonieta e vários reis chamados Louis. Também não estou certa do que eles fizeram, mas acho que tem alguma coisa a ver com a Revolução Francesa, que tem algo a ver com o Dia da Bastilha. O museu de arte chama-se Louvre, tem o formato de uma pirâmide, e a Mona Lisa vive lá junto com a estátua da mulher sem braços. E tem cafés e bistrôs — ou qualquer nome que eles dão a estes — em cada esquina… Não é que eu seja ingrata, quero dizer, é Paris. A Cidade Luz! A cidade mais romântica do mundo.

Anna Oliphant tem grandes planos para seu último ano em Atlanta: sair com sua melhor amiga, Bridgette, e flertar com seus colegas no Midtown Royal 14 multiplex. Então ela não fica muito feliz quando o pai a envia para um internato em Paris. No entanto, as coisas começam a melhorar quando ela conhece Étienne St. Clair, um lindo garoto -que tem namorada.Ele e Anna a se tornam amigos mais próximos e as coisas ficam infinitamente mais complicadas. Anna vai conseguir um beijo francês? Ou algumas coisas não estão destinadas a acontecer?”

Quando cheguei na última página fiquei com uma vontade enorme de passar uma temporada em Paris, morar em uma república de estudantes, conhecer o homem da minha vida… Quem não gostaria de ganhar esse presentão do pai? só a Anna mesmo. A história toda começa quando seu pai, um escritor de livros bem no estilo Nicholas Sparks de ser, a coloca no meio da cidade luz contra sua vontade para estudar durante um ano inteiro, a afastando de sua melhor amiga e de um colega de trabalho por quem era apaixonada. Inicialmente tudo o que ela fez foi.. chorar!

Até que conhece sua vizinha Meredith e seu grupo de amigos, que incluía Éttiene St. Clair. Lindo, educado, inteligente, popular, comprometido. Motivo suficiente para Ana não deixar seu coração se aproximar demais, sabe como é! O único problema é que, como tudo o mais na vida, as coisas fluem muito mais facilmente na teoria.

Aos poucos ela para de ver apenas o lado negativo e aprende aproveitar as possibilidades que essa nova experiência ofereceria. Resolve conhecer a cidade mais romântica do mundo e explorar a quantidade enorme de cinemas, paixão essa que ela compartilhava com Éttiene. E nessa idas e vindas, ela acaba inevitavelmente se apaixonando pelo colega… e então o dilema começa: Anna descobre que Meredith também era apaixonada por Éttiene, que por sua vez namorava há anos e meu deus, Toph (colega do trabalho) não a estava esperando em Atlanta?

Anna e o beijo francês é uma leitura deliciosa. Além de ser super fofa, a história também é bem levinha! perfeita para aquele final de semana de bobeira. Para todos aqueles que gostam de romances jovens no estilo “filme de amor mamão com açucar” Anna é a pedida perfeita! Eu li em dois dias e ele me ganhou fácil, entrou pra listinha de livros que eu gosto de indicar pras pessoas. Quem aí já leu ein? me contem🙂

PS: não, o livro infelizmente não virou filme (por enquanto)!! só não pude deixar de ilustrar esse post com fotos do Douglas Booth, porque pra pra mim ele É o St. Clair hahaha quem concorda? 

2 comentários sobre “Para se apaixonar: Anna e o beijo francês :)

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s